quarta-feira, 9 de março de 2011

Streetwear: Brincadeira de Criança?

Oi! Vou complementar o post da Amanda, com meu ponto de vista do que eu vejo na internet.
Vejo em algumas comunidades online de língua inglesa que chamam sweet lolis e alguns outros estilos de "brincadeira infantil". Porque usam acessórios de doce, sapatos de boneca extravagantes cor-de-rosa, lacinhos e coisas no qual é muito mais comuns em criança.
Mas, fora dessas comunidades, na nossa sociedade ocidental que é movida a base de denim (jeans) e malha, não só esses estilos "sweet" que são considerados infantis, bizarros, pode ser até um estilo mais sóbrio (classic loli, dolly kei, mori...) que já podem te olhar torto... E considerar infantil!

Para quem não sabe, no Esquadrão da Moda dos EUA (que eu DETESTO, eles padronizam todas as pessoas. O brasileiro pelo menos adapta o estilo da criatura) pegou uma afroamericana que tinha umas roupas lolita e detonaram. Falando que ela não tinha mais idade pra aquele tipo de roupa e tal.

Agora, pergunto: existe idade para usar algum estilo? Adultos podem se inserir no mundo mágico da streetwear japonesa? Eu lhes digo: claro! Mas, bom senso SEMPRE!

Vejo que nas comunidades internacionais, umas lolitas viram gyarus. Ok, ninguém é obrigado usar sempre o MESMO estilo e ficar se vestindo a vida inteira no mesmo. Mas, existe sim lolitas adultas. Geralmente se descarta o sweet depois de certa idade, porque fica muito infantilizado você cheia de docinhos, purpurina, unicórnios e com marcas de expressão. As lolitas tendem a migrar para categorias mais sóbrias, como classic, gothic... Já não exageram tanto nos acessórios também.
E se você ficar "não consigo imaginar alguém de lolita & cia com mais de 30" te dou exemplos! Temos a diva Arika Takarano, do Ali Project, ela tem 47 anos de acordo com um site, Mana-sama, do Moi dix Mois/Moi-meme-Moitiê. Mas como adulto é acima de 18, também temos a Kanon Wakashima e enfim, basta olhar uma Gothic & Lolita Bible para ver que tem várias com 18+.

Já no estilo gyaru, que tem várias divisões, mas não domino o assunto, tem uma específica para gyarus mais adultas, o oneegyaru. Ou seja, a gyaru adolescente cresceu, tem uma sensualidade diferente e usa isso a seu favor. Mas acho que adolescentes muito novas (de 12-14 anos) usando visuais super sexy de umas gyarus também é fora de contexto, pois estarão se fazendo de mulheres, coisa que ainda não são, elas também devem ter noção que determinadas coisas são para quando o corpo delas amadurecerem.

Bom, decoras não existem mais no Japão (de acordo com o livro Tokyo Girls, mas sempre deve ter umas perdidas que os streetsnaps não fotografam), agora é fairy-kei (que tem a neo fairy decora, que se assemelha as decoras dos anos 90). Como é um estilo relativamente novo, não conheço nenhum artista no estilo, mas as shopgirls do 6% dokidoki já aparentam ter mais de 18, mas estão próximas dessa faixa. Particularmente, não acredito que ficaria muito bem em alguém com mais de 30, por ser colorido e purpurinado demais. Talvez, apenas pegar alguns elementos do estilo, mas não usá-lo por inteiro.

Mori girl e dolly kei são estilos mais sóbrios, usam cores mais neutras, o que facilita pessoas com mais de 30 usarem tranquilamente. Eu imagino uma velhinha de cabelos brancos poderia ficar amável de mori. Ambos os estilos são novos, também não conheço nenhum ícone dos estilos.

Visual kei, em geral pros meninos, é bem mais fácil visualizar, visto que tem várias bandas de visual rock no Japão com várias faixas etárias.

Basicamente, com a idade, as roupas ficam mais sóbrias, mas não precisa cair na monotonia e usar o mesmo jeans de sempre. Quando se era adolescente/adulto jovem podia se usar bem mais acessórios e coisas extravagantes do que quando você vira um adulto maduro. Isso vale pra qualquer estilo, inclusive o básico. Afinal, você iria achar estranho uma mulher de 40 anos de microsaia jeans lavada e blusa fluor, não?

Este texto é dedicado para pessoas que se acham "velhas demais" para determinados estilos. Adaptar-se é fundamental e sentir-se bonita e ter identidade é para todas as idades.

5 comentários:

  1. Olá Pessoal do Iki.
    É um prazer imenso poder falar com vocês.
    Poderíamos conversar melhor através de "outros meios".
    Por enquanto, fiquem com meu FACE ( http://www.facebook.com/profile.php?id=100000011562123 ) Thiago Assoni.
    Vai ser ótimo poder falar mais com vocês. ^-^

    ResponderExcluir
  2. Mto legal!!! Recebi um email esses dias pelo harajuku lovers de uma menina que se sente velha demais pra usar lolita, e eu que ja tenho 28 anos e nenhuma vergonha na cara (hahah) tive q responder pra ela q isso realmente não importa!! Eh só saber se cuidar e ter bom senso na hora de se vestir, respeitando seu tamanho, altura e etc, que ta td certo!
    Vou linkar seu post pra ela, acho q vai dar uma inspirada!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  3. É verdade, não tem idade para começar a usas, sendo esse estilo ou qualquer outro, sempre vai haver uma pessoa que não goste, mas o importante é voce se sentir bem consigo mesma haha :)
    Amei o blog, estou seguindo XOXO

    http://feveryoung.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Bem, eu sou a 'menina' que a Kakao respondeu por email.....
    Ela linkou esse post e amei!!!!
    Realmente,ao passo que a gente envelhece, temos que adaptar o estilo....mas por ter 24 anos,me deu aquele pane:'puts! do na metade nos 30 (afinal, faço 25 no fim do ano)!
    Mas percebi que nunca foi da minha personalidade ser uma pessoa séria demais...é claro que tudo tem o momento certo para se vestir e falar.
    Mas esse post me fez ver que a idade é meio obsoleta se levarmos em conta o que realmente importa: a juventude interna!!!
    De coração, amei esse post (graças a Kakao)!!!!
    Até coloquei uma mensagem sobre ser jovem sempre no meu blog: http://tudorosaebranco.blogspot.com/2011/03/para-refletir-receita-de-dona-cacilda.html

    Bjão e muito sucesso!!!!

    ResponderExcluir